top of page
_icone2Prancheta 3 cópia-9.png
_icone2Prancheta 4 cópia 5-9.png

Cursos profissionalizantes gratuitos para as artes cênicas: Técnicas de Som, Luz, Palco e Produção.

_icone2Prancheta 11-9.png

INCRIÇÕES 2024 ABERTAS!

Clique aqui para saber mais.

_icone2Prancheta 1 cópia-9.png
  • Instagram
  • Facebook
  • LinkedIn
  • YouTube

Instituto do Teatro abre vagas para cursos técnicos de artes cênicas em Florianópolis

As cidades de São Luís (MA), Paracatu (MG) e Ribeirão Preto (SP) também ofertam a modalidade de ensino



A escolha das formações foi feita após mapeamento de grupos, instituições e artistas – Foto: Unsplash/Divulgação/ND


O Instituto do Teatro Brasileiro abriu nesta segunda-feira (1°) vagas para cursos técnicos de artes cênicas em Florianópolis, São Luís (MA), Paracatu (MG) e Ribeirão Preto (SP). As aulas fazem parte do programa gratuito Práticas e Técnicas para as Artes Cênicas.


De acordo com a Agência Brasil, as aulas contam com formação nas áreas de técnico de som, de luz, de palco e de produção cultural. A escolha das formações foi feita após mapeamento de grupos, instituições e artistas, com objetivo de valorização da cultura local. As inscrições podem ser feitas pela internet até o próximo dia 18.


O projeto teve início em 2022 atingindo três cidades: Ipatinga (MG), São Paulo (SP) e Petrolina (PE) e, agora, atende um total de sete municípios: Paracatu (MG), Taubaté (SP), Ribeirão Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), São Luís (MA) e Florianópolis (SC). As inscrições para as outras cidades serão realizadas em junho.


As aulas para as primeiras quatro cidades serão dadas de forma híbrida (presencial e online), entre 6 junho e 18 de agosto de 2023, com práticas em equipamentos das instituições parceiras em cada cidade. Algumas aulas serão simultâneas entre todas as cidades para promover um intercâmbio de aprendizado e vivência entre os alunos. Para o segundo bloco de cidades, as aulas se estenderão de 11 de julho a 20 de outubro.


Quem pode participar?


Podem participar do processo candidatos que possuam ensino médio completo e tenham mais de 18 anos.


O projeto quer atrair especialmente jovens de baixa renda que terminaram o ensino médio e querem entrar no mercado com capacitação técnica. Atende também artistas e técnicos que desejam se reciclar ou possuir uma nova formação e ter contato com professores de referência, além do registro profissional.


Para este ano, a expectativa do governo federal é ter, pelo menos, o dobro de inscritos para as vagas, que atingem 80 para cada uma das sete cidades. Em 2022, foram ofertadas 240 vagas, com cerca de mil inscrições.

5 visualizações

Kommentare


bottom of page